1941.035 – Robot AL-76 Goes Astray

  • Primeira aparição: Revista Amazing Stories, fevereiro de 1942, p. 218 em diante.
  • Título em Português: Robô AL-76 extraviado.
  • Título anterior à publicação: Source of Power (Fonte de Poder)
  • Publicação no Brasil: Nós, Robôs (1984, Hemus); Nós, Robôs (1987, Círculo do Livro);
  • Comentários: Apesar de ter sido escrita na mesma época de vários outros contos de robôs como Runaround, e Liar!, não foi incluído na coletânea Eu, Robô por destoar muito e não se encaixar na narrativa construída para a coletânea.

Vamos lá: eu sentei aqui para escrever uma resenha bem negativa para este conto. Para começo de conversa, o robô é utilizado como elemento cômico (o que eu levei quase como uma ofensa pessoal — Freud explica), e os personagens são muito exagerados, por exemplo os caipiras que resolvem resolver o problema com suas espingardas e ancinhos. Existem várias piadinhas salpicadas aqui e ali, porém eu não conseguia achar graça, apesar de sempre pensar: “olha só, uma piada”… “olha só, outra piada aqui”… “Ah, Asimov, eu vi o que você tentou fazer ali”, e etc.

Porém, após terminar o primeiro rascunho deste texto e ficar ruminando um pouco, me lembrei de uma coisa curiosa: o Isaac Asimov que mais gosto de ler é o Asimov bem humorado, persona que ele foi desenvolvendo com o tempo conforme foi desenvolvendo segurança como escritor. Esse Asimov tão confiante a ponto de não se levar a sério, obviamente, não nasceu pronto. Sendo assim, creio que este conto é importante, como outros escritos por volta desta época, alguns até antes deste, pois possibilitou a ele explorar essa veia cômica, mesmo que tenha demorado um pouco para acertar o tom e o timing das piadas. Ele terá muito mais sucesso em alguns contos que leremos juntos muito em breve, tanto usando seus personagens robôs como em outros contextos.

Conclusão: não é seu conto típico de robôs, então precisa ser lido através de uma perspectiva diferente. É o primeiro conto de robô até agora que não pude classificar com o selo Asimov Verde. Foi uma sábia decisão não incluí-lo na coletânea Eu, Robô.

Ranking dos Contos até a publicação de 1941.035 – Robot AL-76 Goes Astray. Para lista das as obras em ordem cronológica, clique aqui.

  • 1938.003 – Marooned off Vesta
  • 1939.014 – Robbie
  • 1940.019 – Homo Sol
  • 1940.021 – The Imaginary
  • 1940.025 – Reason
  • 1941.028 – Liar!
  • 1941.031 – Super-Neutron
  • 1941.032 – Nightfall

Asimov Verde: Os melhores, imperdíveis!

  • 1938.002 – The Callistan Menace
  • 1938.005 – Ring Around the Sun
  • 1938.006 – The Weapon
  • 1938.010 – Trends (Ad Astra)
  • 1939.015 – Half-Breed
  • 1940.023 – Heredity
  • 1941.027 – The Little Man on the Subway
  • 1941.030 – The Hazing
  • 1941.033 – Not Final!
  • 1941.035 – Robot AL-76 Goes Astray

Asimov Amarelo: Medianos, interessantes.

  • 1938.009 – The Magnificent Possession
  • 1939.011 – The Weapon Too Dreadful to Use
  • 1939.013 – Black Friar of the Flame
  • 1939.016 – The Secret Sense
  • 1940.020 – Half-Breeds on Venus
  • 1940.024 – History
  • 1940.026 – Christmas on Ganymede
  • 1941.034 – Legal Rites

Asimov Vermelho: Só para os fãs mais completistas.

  • 1934.000 – Little Brothers
  • 1938.001 – Cosmic Corkscrew
  • 1938.004 – This Irrational Planet
  • 1938.007 – Paths of Destiny
  • 1938.008 – Knossos in Its Glory
  • 1939.012 – The Decline and Fall
  • 1939.017 – Life Before Birth
  • 1939.018 – The Brothers
  • 1940.022 – The Oak
  • 1941.029 – Masks

Asimov Azul: Contos perdidos, textos alternativos, ou exercícios literários para os quais seria impossível – ou injusto – fazer qualquer crítica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: