Marcos Cronológicos

Só para a gente ter uma ideia do tempo cronológico abarcado pela saga completa da Fundação, incluindo as histórias dos Robôs e do Império (após Asimov ter unido tudo num universo só), resolvi fazer esse post com uma lista selecionada das principais obras e em que ano elas se passam – no tempo fictício estipulado por Asimov.

São mais de 21 mil anos de história, desde os primeiros robôs até… bem, é melhor você ler pra saber!

Trantor-0

Para uma lista completa, incluindo os contos avulsos, visite este link.

Calendário Atual

1998 – “Robbie” (Eu, Robô; etc)
2015 – “Runaround” (Eu, Robô; etc)
2015 – “Reason” (Eu, Robô; etc)
2016 – “Catch That Rabbit” (Eu, Robô; etc)
2021 – “Liar!” (Eu, Robô; etc)
2029 – “Little Lost Robot” (Eu, Robô)
2032 – “Evidence” (Eu, Robô; etc)
2033 – “Escape!” (Eu, Robô)
2052 – “The Evitable Conflict” (Eu, Robô; etc)
2170 – “Too Bad!” (Visões de Robô)
3421 – The Caves of Steel (Cavernas de Aço)
3422 – The Naked Sun (O Sol Desvelado)
3423 – “Mirror Image” (Visões de Robô, etc)
3424 – The Robots of Dawn (Robôs do Amanhecer)
3624 – Robots and Empire (Robôs e Império)
4850 – The Stars, Like Dust (Poeira de Estrelas)
11129 – The Currents of Space (Correntes do Espaço)

Calendário da Era Galáctica (GE)

827 GE (12411 ) – Pebble in the Sky (827 Era Galactica)
12020 GE – Prelude to Foundation (Prelúdio à Fundação)
12028 GE – “Eto Demerzel” (Crônicas da Fundação)
12067 GE – “The Psychohistorians” (Fundação)
12069 GE – Epilogue (Crônicas da Fundação)

Calendário da Era da Fundação (FE)

49-50 FE (12117-12118 GE) – “The Encyclopedists” (Fundação)
195-196 FE (12263-12264 GE) – “The General” (Fundação e Império)
376-377 FE (12444-12445 GE) – “Search by the Foundation” (Segunda Fundação)
498 FE (12566 GE) – Foundation’s Edge (Os Limites da Fundação)
498 FE (12566 GE) – Foundation and Earth (Fundação e Terra)

Anúncios

A Saga Robôs–Império–Fundação: Melhor Ordem de Leitura

eu-robo-asimov-resenha-raquel-moritz-pipoca-musical-01Quando Asimov escreveu as histórias dos Robôs, os livros do Império Galático e a saga da Fundação, não tinha pretensão de que elas formassem uma cronologia única. No entanto, em meados dos anos 80, resolveu integrar oficialmente todas essas obras em um universo coeso. Para isso fez alguns ajustes aqui e ali nos livros que já haviam sido publicados e, desde então, tudo o que escreveu faz parte do passado, presente e futuro de uma mesma história.

A maioria dos novos leitores fica em dúvida se deveriam ler os livros na ordem em que foram originalmente publicados, ou quem sabe na ordem cronológica dos fatos. E a resposta da maioria dos fãs experientes de Asimov é a seguinte:

Nem uma, nem outra.

A melhor ordem para você ler a totalidade da Saga é uma mescla das duas. Com a lista sugerida aqui (que é quase um consenso entre os fãs das antigas), você não terá spoilers desnecessários antes da hora e poderá passar por toda a montanha-russa de sentimentos originalmente concebida pelo Bom Doutor, além de tirar o máximo proveito de todos os detalhes com os quais Asimov povoou essa obra magistral.

Vamos a ela:

01 – Eu, Robô

  • Apesar de ser uma coletânea de contos sobre robôs, é a origem de tudo. Aliás, esse livro não é simplesmente uma coletânea, pois os contos, anteriormente publicados de forma independente, foram reescritos e costurados de tal forma que, no final, temos a sensação de uma curva de desenvolvimento, tanto para a importantíssima personagem de Susan Calvin como para o desenvolvimento da sociedade terrestre e seus robôs.

02 – As Cavernas de Aço; 03 – O Sol Desvelado; 04 – Imagem no Espelho (Visões de Robô); 05 – Robôs da Alvorada; 06 – Robôs e o Império

  • Essa quadrilogia (e o conto que aparece no livro Visões de Robô) formam o que conhecemos como a Série de Elijah Baley.
  • Além da história principal, mostra as primeiras incursões dos robôs ao espaço.

07 – Poeira de Estrelas; 08 – As Correntes do Espaço; 09 – 527 Era Galática

  • Essa é a chamada Trilogia do Império Galático, porém os livros não estão conectados e podem ser lidos em qualquer ordem.

10 – Fundação; 11 – Fundação e Império ; 12 – Segunda Fundação

  • Essa é a chamada Trilogia Original da Fundação.

13 – Limites da Fundação

14 – Fundação e a Terra

  • Este é verdadeiramente o final da saga. Mas se você chegou até aqui, com certeza vai se divertir com os dois livros que Asimov adicionou posteriormente, a seguir:

15 – Prelúdio à Fundação; 16 – Origens da Fundação

  • Apesar dos eventos retratados aqui serem anteriores cronologicamente, Asimov pressupõe que você já leu os livros publicados anteriormente e se refere a eventos e fatos descritos ali. Portanto se você cair na armadilha de ler os livros pela ordem cronológica, vai receber informações aqui que irão estragar as surpresas dos outros livros. Além disso, a maneira como Asimov fecha a obra é muito apropriada.

Agora que você já tem o mapa, vamos em frente! E saiba que você está prestes a começar uma viagem que irá marcar para sempre a sua vida!

João Wolf